utilizador: password:     Se ainda não se registou, por favor clique aqui
 

Sala de Leitura - Regulamento

 

SALA DE LEITURA

Regulamento

I. UTENTES
1.A Sala de Leitura está aberta a todos os advogados, advogados estagiários e advogados populares, a todos os estudantes do ensino superior da área do Direito e áreas conexas, professores e assistentes universitários, magistrados, conservadores e notários.
2.É obrigatório o registo informático dos leitores.
3. ASala de Leitura destina-se exclusivamente a consulta e leitura das obras existentes na Biblioteca. Não é uma "sala de estudo", com utilização de livros ou materiais próprios dos utentes.
 
II. HORÁRIO E LOTAÇÃO
  1. A Sala de Leitura está aberta de segunda a sexta feira, das 9h ás 18 h.
  2. Em dias em que houver actividades próprias da Ordem, nomeadamente reuniões dos Conselhos Nacional e Provincial a Sala de Leitura poderá não abrir ao seu público o qual será prèvia e devidamente avisado.
  3. Só é permitido o acesso à sala até ao preenchimento da sua lotação em lugares sentados.
 
III. FORMAS DE PESQUISA DE INFORMAÇÃO
  1. Na Sala de Leitura estão disponíveis informações bibliográficas, em suporte papel. O leitor poderá também, sempre que quiser, fazer as suas buscas em computador. Poderá , para o efeito, e em qualquer dos casos, pedir a ajuda dos funcionários.
  2. O utilizador poderá fazer as suas pesquisas em bases de dados disponíveis via INTERNET para o que poderá solicitar a ajuda dos funcionários. A pesquisa em Internet é paga e limitada em tempo.
 
IV. SILÊNCIO E DISCIPLINA
Na Sala de Leitura, bem como nos locais de acesso à mesma, deverá ser observado rigoroso silêncio e toda a movimentação de pessoas terá de ser feita de modo disciplinado. É interdito fumar ou comer na Sala de Leitura.
 
V. UTILIZAÇÃO DAS OBRAS
A) O regime geral de utilização que vigora na Sala de Leitura é o de LIVRE ACESSO.
1. O leitor acede livremente às estantes e retira as publicações que pretender, no limite de três em simultâneo.
2.Finda a utilização, o leitor deverá entregar as obras ao funcionário (para que seja ele a arrumá-las de novo) ou colocá-las em local para o efeito.
B) Regime especial para OBRAS DE ACESSO CONTROLADO
1.Há algumas publicações que, por razões diversas ( antiguidade, raridade, mau estado de conservação etc), são de acesso controlado.
2.O leitor deve dirigir-se ao funcionário da sala de leitura, ou fazer a sua pesquisa em computador, indicar destas obras as que pretende consultar e aguardar que as mesmas lhe sejam entregues.
3.Finda a utilização, o leitor deverá entregar as obras aos funcionários (para que sejam eles a arrumá-las de novo) ou colocá-las em local para o efeito.
4.Não é permitida a saída da Sala de Leitura de qualquer obra nela existente, seja a que título for.
 
VI. INFRACÇÕES E SANÇÕES
A não observância das regras constantes deste Regulamento, a inutilização ou deterioração das obras ou equipamento existentes na Sala de Leitura e acessos, o seu furto ou tentativa de furto deverão ser devidamente detectados e autuados pelos funcionários e prontamente participados à Direcção da Biblioteca para o adequado sancionamento disciplinar e responsabilização pecuniária.
 
Biblioteca da OAA, Luanda, 10 de Julho de 2000
  

Direito para Todos. Cacuaco. 10 Novembro 2018

I Moot Arbitral em Luanda

 

DOCUMENTOS:

Regulamento do Concurso

 

CERTIDÕES

Regulamento do Registo das Sociedades e Associações de Advogados

Art.11º (Publicidade)

 

 

ASSOCIAÇÕES

 

SOCIEDADES

 

Telef. 928410082

LexAngola

SNR. ADVOGADO
 
Ofereça ao seu escritório algo que seja uma mais-valia: uma subscrição do LEXANGOLA, instrumento indispensável ao exercício da Advocacia que lhe permite, a qualquer momento e em qualquer lugar aceder, num ápice, a qualquer diploma legal - leis, decretos, etc. Em permanente actualização, com todos os códigos em vigor e ligações jurídicas a consolidar. Não adie a sua decisão de se apetrechar . Venha à sua Associação ou faça a sua subscrição on line.

Utilizadores ligados

Existem actualmente 0 utilizadores e 0 convidados ligados.